sábado, 2 de julho de 2011

Mais sobre Lual: Minha pele

Respondendo algumas questões sobre minha pele. "Senta que lá vem a história".

Sensibilidade
Desde criança minha pele é super sensível. Não podia pegar sol que eu ficava vermelha. Com o tempo foram surgindo várias pintinhas pelo corpo e poucas sardas no rosto. Minha catapora foi tão forte que meu rosto ficou deformado com tantas feridinhas. Eu parecia um monstro. Juro! As pessoas me olhavam no hospital com uma cara assustadora. Eu morria de vergonha. Tenho várias marcas fundinhas de catapora no rosto e corpo.

Tipo de pele
Nunca fui muito vaidosa. Então nunca soube exatamente qual era o meu tipo de pele. Morei em Brasília por cerca de 15 anos e lá o clima é muito seco. Eu praticamente não suava por lá. Só nas épocas de calor extremo mesmo. Por tabela, meu rosto e corpo sempre ficaram ressecados. Usava hidratante no corpo para não sair por aí parecendo uma lixa velha, mas no rosto eu só passava batom mesmo. Quando preciso, um bastão secativo de espinhas só em cima delas e pronto. Aos 16 anos passei no vestibular e fui morar em Aracaju. O clima era totalmente diferente do de Brasília, mas minha pele não reagiu muito diferente. Ficava repuxando mesmo com muuuuito mais umidade que em Brasília.

Acne
Na pré-adolescência não tive muitas espinhas. Uma aqui e outra ali. Porém uma distensão que tive na virilha quando ainda estava no colégio inflamou depois de 1 ano e fiquei de cama por cerca de 11 dias sem conseguir andar de tanta dor. Com isso tomei quinhentos milhões de remédios anti-inflamatórios até descobrirem que era uma infecção. Tomei 3 injeções de Benzetacil e tudo ficou bem de novo. Depois dessa porção de remédios a minha pele mudou da água para o vinho. Passaram-se 6 meses e voltei a morar em Brasília. Eram tantas espinhas que a sensação que eu tinha era de que não existia mais pele sadia no meu rosto e costas. Conseguem imaginar?? Nessa fase comecei a usar aquele bastão base secativo da Avon. Era legal que tirava um pouco a vermelhidão. Usava tudo que diziam que era bom para espinhas. Lavava com Soapex, passava adstringente Clean & Clear, etc... Comecei a usar pó para disfarçar um pouco. As áreas mais atacadas eram minhas bochechas e queixo, mas é claro que sempre sobravam algumas para a testa. Sempre atribuí isso a minha má alimentação. Até hoje só como besteira. E só faço besteira também: eu sempre espremi as minhas espinhas. Não saía de casa com elas amarelinhas por nada nesse mundo. E eram muitas, então, já sabem, essas marcas que estão no meus rosto são desse hábito ruim.
Com o tempo as espinhas foram diminuindo e com 18 anos comecei a tomar pílula anticoncepcional. Foi o período mais feliz da minha pele!!!!! Meu rosto e costas ficaram tão limpos que eu nem me reconhecia. Foram alguns anos assim, as espinhas só vinham em período pré-menstrual, mas eram poucas, controláveis. Achei que tinha resolvido esse problema na minha vida, mas comecei a ter enxaquecas terríveis todo mês por conta da pílula depois de 6 anos de uso contínuo. Não aguentava mais... Testei várias outras com meu ginecologista, mas nada melhorava a enxaqueca. Resolvi parar de tomar remédio. Foi a melhor coisa que fiz para as dores de cabeça, mas a minha pele voltou a ficar uma porcaria. Ele disse que, talvez, muito talvez mesmo, minha pele melhore depois que eu tiver filhos. Que o lance é hormonal, sacou? Decepcionante.
Depois disso já tomei anti-inflamatório específico que a dermatologista receitou, passei ácidos e minha pele começou a rejeitar o ácido. Além ficar descamando (que é normal) eu sentia uns choquinhos esquisitos. Como se estivessem colocando agulhas no meu rosto. Muito esquisito mesmo! Conversei com a dermato e ela disse para eu usar com menos frequência. Tentei por um tempo, mas abandonei o tratamento e é isso.
Nenhum médico me sugeriu o Roacutan e eu nunca pedi também. Hoje em dia já tenho mais medo de tomá-lo.

Cuidados com a pele
Eu nunca passava filtro solar. Comecei com isso agora, mas mesmo assim não lembro todos os dias. Uso em gel, mas minha pele fica repuxando e passo um hidratante da Effaclar La Roche-Posay que a dermato indicou. Comprei agora aquele Spectraban da propaganda 'É base. É protetor' e tenho usado bastante. Quando chego em casa, passo demaquilante e lavo com sabonete líquido Effaclar M. Ah, mas no dia da preguiça durmo assim mesmo, com tudo na cara. =/

Moral da história: tem 4 anos que estou sem tomar anticoncepcional e convivendo com as espinhas. Não sei se o meu caso é a tal da rosácea, que para mim é novidade. Nem o gineco nem a dermato me disgnosticaram com isso. Mas pode ser, né?

6 comentários:

Vida disse...

Oi querida...sempre acompanho seu blog, mas nunca comento sabe #vergonhamaster#
Mas hoje estas falando de um assunto de "domínio meu".
Tive muitos problemas com a danada da acne desde os 11 anos de idade (hoje tenho 27 anos)...era um horror...nada dava jeito...convivi 14 anos com espinhas..é uma batalha só quem tem problemas com elas entende....
Para não mentir teve um pequeno período que fiquei sem...na época de amamentação, ou seja, a opção filho* já havia se apresentado em meu cv. rs*
Na época da amamentação minha pele parecia um pêssego (época maravilhosa em todos os sentidos)...pós isto...voRRRtou tudo de novo.
Então, 2 anos atrás resolvi dar um basta me rendi ao ROACUTAN, não me arrependo desta escolha.

Beijo e boa sorte linda

Rosa Chiquetosa disse...

Hei amiga, já usou Isotrexin Gel? é muito bom, seca todas as espinhas. Eu uso filtro solar da Roc, oil free, muito bom também.
Bj

Anônimo disse...

oi lual,
sou eu, a anônima da rosácea de outro dia :)

já passei pelas mesmas questões e fases. de chorar de dor na hora de fazer limpeza de pele com as espinhas bizarras que apareciam no meu rosto e há alguns anos sofro com o rosto super vermelho e espinhas estranhas.

desde que diagnosticaram a rosácea e uso a medicação na pele e fator protetor FPS 50 (quando morava no rio usava no máximo 20) melhorou tanto!

achei que no seu caso pudesse ser rosácea pq, como eu, vc é bem clarinha com uma pigmentação que puxa pro rosado.

enfim, pele é uma coisa tao delicada!
beijos

Cat e Ju disse...

Assunto mais que familiar para mim. Pode não parecer, mas eu tive muito, mas muito acne na adolescência (culpa dos meus pais, é genético!). Começou logo a seguir ao início do período menstrual e foi uma desgraça. A minha pele ficou um horror, cheia daquelas espinhas com pus, vermelhas, enormes e que aparecem bem no meio da testa ou queixo ou bochecha. Eu experimentei TUDO o que existia para o acne, mas nada resolveu. O médico dizia que era hormonal e só passaria quando eu tivesse uma vida sexual activa (o mesmo que disseram à minha mãe na adolescência). Claro que a alimentação também contribuía, mas naquela altura não me preocupava muito com isso. Quando fui para Portugal estudar, a médica receitou-me a pílula anti-concepcional e foi a minha salvação! Tenho muita sorte de nunca ter tido problemas com a pílula, ela fez maravilhas à minha cara, até as marcas desapareceram na sua maioria. Não gosto de dar conselhos de produtos, porque isso depende muito do tipo de pele e da pessoa, mas ter cuidado com a alimentação é muito importante! Até me deste ideia de fazer um post sobre isso, sabes? Bjo Lu

ana carolina disse...

Oi Lual!
Sempre leio o seu blog, mas nunca comento...vi esse post sobre a sua pele e aqui estou...hehe
Sofri com as acnes desde os 11 anos. Algumas épocas eram melhores, outras piores....Tomei pílula, usei ácidos, fiz pellings e nada resolvia.

Assim como vc tinha muito medo do roacutan. Fui em um dermatologista indicado por uma menina que trabalha comigo e ele me receitou o roacutan.

Antes de me receitar eu tive que fazer um batalhão de exames para saber se eu podia tomar...Hepatograma, Hemograma, Lipidograma e Bhcg.

Feitos exames e sinal verde para o Roa, comecei a tomar e o efeito já pode ser notado em 2 semanas.

Estou tomando desde maio e o meu tratamento vai até dezembro. Sempre com exames mensais para verificar se posso dar continuidade no tratamento.

O único efeito que eu senti foi o ressecamento dos lábios, mas acho que isso varia de pessoa para pessoa.

Não que eu ache que vc precisa, mas se realmente te incomoda, não precisa ter medo de tomar.

É só fazer uma avaliação com um profissional bom! Se quiser eu te indico o meu...ele aceita plano, o que é melhor!
Bjs e sucesso

BRECHÓ E BAZAR MADAME AGNES disse...

querida tem uma colega e ela ta tomando (alias passando) um remedio no rosto, era cheia de marquinhas, cravos espinhas, sumiu tudooooooooooooooooooo não é racutan não e outro, vou ver o nome e te passo . alias soh pra te dizer, entro sempre no teu blog, acho uma fofura, e voce uma simpatia. bjokas. ai , fiquei com dó quando me disse que era consumista amiga esse é o mal de todas nós, to melhorando mas ainda gasto muito com roupas e tal...mas melhorei muito, com o tempo , a maturidade (tenho 39 anos) passa aquela gana de comprar, pelo menos esse é meu caso , ta melhorando cada dia compro menos e melhor.
bjokas
Agnes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...